Entrevista com Davi Oliveira, Diretor Comercial e de Marketing da Allied

Conduzir uma vida profissional e pessoal equilibrada é um dos grandes desafios atuais, ainda mais quando se têm filhos. No clima de Dia dos Pais, Davi Oliveira, Diretor Comercial e de Marketing, nos concedeu uma entrevista com algumas dicas sobre essas relações que demandam cuidado e dedicação.

1. Como foi descobrir que você seria pai? A notícia te fez pensar que algo poderia mudar na sua carreira?

R: A sensação foi de gratidão à Deus por ter me dado esta oportunidade. Não, nunca pensei dessa forma, acho que o trabalho tem que ser mostrado como algo importante e valioso para os filhos desde o começo. E, principalmente, como algo prazeroso e que gera os frutos que eles podem usufruir.

2. Em algum momento você teve medo de que o seu trabalho fizesse com que você não pudesse acompanhar o desenvolvimento e crescimento do seu(a) filho(a)?

R: Na minha concepção, não existe o Davi no trabalho e o Davi fora do trabalho, e baseado neste ponto, nunca pensei dessa forma, sempre entendi que tudo iria funcionar muito bem, e funciona!

3. Como é a experiência de conciliar o trabalho com a vida de um pai presente?

R: Muito boa! Todos os dias da semana tomamos café da manhã juntos, isso às 6 da manhã, e coloco eles na van que leva eles à escola. A noite, praticamente quase todos os dias, jantamos juntos e ainda conseguimos ler histórias antes de dormir! O final de semana é o nosso momento! É demais!

4. Como você se vê no futuro, enquanto pai e profissional?

R: Cada época da vida dos filhos é diferente a relação/interação, vejo os próximos anos com ainda mais interação, pois ela se torna intelectual e de mais troca. São nos próximos anos que as conversas e o convívio solidificam o feito até aquele momento, concretizando a nossa família e direcionando-os para o que vão se tornar como homens e mulheres.

5. Você tem algum conselho para pais que querem crescer em suas carreiras, mas que fazem questão de serem presentes na vida de seus filhos?

R: Depois de Deus, a prioridade deve ser a família, portanto meu conselho é por isso em prática e quando você estiver com seus filhos, realmente esteja com eles!